G.:L.:U.:S.:C - Grande Loja Unida de Santa Catarina – Maçonaria em Santa Catarina

Nosso Estandarte

Estandarte_potencia tamanho 1

 

Sob a inspiração do Grande Arquiteto do Universo, o estandarte da GRANDE LOJA UNIDA DE SANTA CATARINA foi criado pelos Obreiros fundadores da Potência, quando do processo de sua fundação, como símbolo representativo de suas aspirações enquanto maçons. É o símbolo que representa nossos pensamentos, crenças, verdades e aspirações.

Deve ser confeccionado em tecido de cetim na cor branca. A medida total do tecido deve medir 110cm de altura por 60cm. Para sua exposição, o estandarte deve estar suportado em uma haste de madeira, medindo 200cm de altura por 8cm de diâmetro. Esta haste deve estar assentada em uma base circular de 30cm de diâmetro confeccionada em granito preto. A fim de mantê-lo em posição aberta, sua parte superior deve estar fixada horizontalmente em uma segunda haste circular de 100cm de comprimento por 6cm de diâmetro. Em cada lado desta haste, deve haver uma bola de madeira de 10 cm de diâmetro a fim de mantê-lo preso na haste. Ambas hastes, devem ser pintadas com verniz fosco na cor que imita o cedro. Toda madeira e pedra necessários para confecção de seu suporte, devem ser procedentes de reflorestamento e pedreiras certificadas ambientalmente. Contornando as suas três extremas, devem haver franjas de fio de prata de 5cm de comprimento. A Grande Loja Unida de Santa Catarina, se reserva o direito de manter em local seguro e discreto, a descrição do tipo de fio utilizado para as bordaduras e suas respectivas cores, necessários para a sua confecção. Por outro lado, as normas para exposição e uso do mesmo, encontram-se junto às Normas e Regulamentos Gerais da Potência, como documentos internos e discretos. Assim sendo, a descrição deste Estandarte tem caráter simbólico e ilustrativo.

O Estandarte é feito em tecido de cetim branco, tendo como fundo uma bordadura em tons pastéis do creme ao branco, lembrando um pergaminho. Toda a simbologia deve estar inserida no tamanho de 90cm de altura por 60cm de largura. Acima desta bordadura, uma faixa de tecidos de 20cm de altura deve ser reservada para sua fixação na haste de madeira. Esta faixa deve estar vazada em quadrados de 15cm aproximadamente por onde deve passar a haste para sua fixação no sentido horizontal.

A descrição do Estandarte, tem na parte inferior o oriente de nascimento e localização da G:.L:.U:.S:.C:. . Este Oriente, facilitado pelo seu intenso comércio portuário e por uma intensa vida universitária, apresenta uma população com características diversificada que alberga em seu seio o desejo pelo conhecimento e desenvolvimento. É um oriente de intenso intercambio de novas ideias. Itajaí, cujo nome se origina no idioma autóctone do tupi guarani, remete-nos a ideia de “um rio de pedras que emergem” para o encontro de algo novo. Este rio cujo fluxo é ritmado pelas marés que banham a costa do município, impõe à cidade e sua população a necessidade de sempre emergir para algo novo, adaptando-se aos novos tempos. É portanto, o oriente perfeito para o “novo” . Assim a 4cm da bordadura inferior do pergaminho e centralizado , a palavra “Itajaí” deve ser bordada com letras tipo “arial”, em caixa alta, no tamanho de 1,5cm e na cor preta, acompanhada do Estado a qual pertence e o pais. Deve estar envolvida por um laço também centralizado, medindo 32cm de comprimento por 5cm de altura na cor branca, com uma bordadura ao seu redor de 2mm de espessura na cor preta.

Representando o pavimento quadriculado, bordado nas cores branco e preto, a 12cm da bordadura inferior, surge 2 fileiras de quadrados, contendo cada uma, 13 quadrados de 4cm por 4cm. É a indicação para os Obreiros da Potência que na grande diversidade de cores, raças, religiões e princípios que regem os diferentes povos e a Mãe Natureza, há harmonia. É a imagem dos contrastes da Vida, da Unidade dentro da Diversidade. É a parte terrena, material do ser humano. Ligados pelo mesmo cimento, este piso simboliza ainda a união dos Maçons e a eterna batalha do Bem e do Mal que deve ser vencida. É, portanto, a base necessária para dele sustentar as colunas B e J que representam a Porta de Entrada para a senda maçônica. Preenchidas pelo cimento de nossas ações, essas colunas dão sustentabilidade e beleza a esta busca, sendo, portanto, o sustentáculo e a segurança dos irmãos na construção da boa obra em sua caminhada. Marcam também a passagem para a entrada ao nosso templo interior. É o símbolo, da vida e da morte, dos limites, do elemento feminino e masculino, do ativo e passivo. Estas colunas devem ser bordadas obedecendo a ordem arquitetônica corinto, medir 60cm de altura com uma base aproximada de 9cm, e nos tons cinza e preto. No centro da cada coluna deverá ser bordado as letras “B” e “J” para a coluna da esquerda e direita respectivamente, em letra tipo “arial” caixa alta medindo 6cm. Essas letras presentes nas colunas lembram constantemente aos seus Obreiros a necessidade de sempre utilizar a beleza e a força, como virtudes constantes em qualquer empreendimento.

Em seguida, vem a expressão “Fundada em 15/12/2010”, que corresponde a data de fundação da Potência. Esta data é de grande significado para seus obreiros, pois demarca o início de um novo entendimento e rearranjo dos ensinamentos maçônicos, já que estes, são dotados de um dinamismo integrado ao momento cultural dos povos. Esta bordadura, deve estar a 4cm do pavimento quadriculado e feita em letra tipo “arial”, caixa baixa no tamanho de 1,5m e centralizado entre as duas colunas.

Ao redor desta bordadura e partindo imediatamente acima do pavimento quadrangular, 2 ramos de acácia devem ser bordados na cor verde, ocupando um espaço aproximado de 15cm. Esta bordadura, representa o símbolo por excelência da Ordem Maçônica, recordando aos maçons do orbe que a clareza, a inocência e a pureza, são necessários para a verdadeira iniciação para uma nova vida. A doutrina maçônica nos ensina que a acácia é o símbolo perfeito de uma grande verdade – a de que a vida terrena do homem regulada pela Moral, pela Fé e pela Justiça, será recompensada com a imortalidade da alma. Os dois ramos de acácia desenhados no estandarte da G:.L:.U:.S:.C:. , refletem portanto, a crença de seus obreiros que mediante a prática da justiça regulada pela moral e pela fé, alcançarão o polimento do espírito e o direito a vida eterna.

Acima, como plano de fundo, na cor azul celeste e ocupando o centro do estandarte, encontra-se o mapa dos Estados de Santa Catarina (em destaque), Paraná e Rio Grande Sul. Não como simples alusão ao oriente onde nasceu a Grande Loja Unida de Santa Catarina, mas por querer ter o infinito céu como representação do universalidade a qual pertencemos, sem fronteiras entre os povos, sem separações por credos, gênero ou por aspectos culturais.

Ocupando o ponto central deste mapa encontra-se inscrito num triângulo equilátero, que deve medir equilátero de 15cm de lado, o Olho Que Tudo Vê, inserido no interior de um esquadro e de um compasso. Dele raios em tons prateados devem ser bordados como se luz estivesse a irradiar. Inserido no Estandarte da Potência, deseja refletir a crença de seus obreiros na Onisciência do Grande Arquiteto do Universo ao qual estamos submetidos. Representa no mundo físico, o Sol visível de onde emana a vida e a Luz; no plano astral, o Logos, o Principio Criador e no plano espiritual o Senhor dos Mundos. Sua presença no estandarte deseja lembrar constantemente a capacidade de ver de seus obreiros, recordando que é o nosso próprio olhar a nos ver, como se fora em vez da voz da consciência , o olhar da consciência diante do atual momento da evolução humana e do seu papel na boa construção social; deseja ainda lembrar aos obreiros da G\L\U\S\C\ que o presente, passado e futuro estão sob a vigilância eterna do Grande Arquiteto e que esta visão anula o tempo e espaço delimitado pelo ser humano. A Luz que resplandece, representa o encontro do maçom ao terminar sua escalada, com o Senhor dos Mundos, mostrando que nada tem início ou fim.

Finalmente, na parte superior, em uma bordadura em cor preta, deverá representar a sigla da GRANDE LOJA UNIDA DE SANTA CATARINA “GLUSC”. Esta sigla deve ser em letra tipo “ arial”, caixa alta e no tamanho de 6 cm. Já o nome da Potência “GRANDE LOJA UNIDA DE SANTA CATARINA” deve aparecer centralizado a 6 cm da sigla e entre as colunas. Esta bordadura, deve ser realizada em letra tipo “arial” caixa alta, com 2,5cm de altura.

Toda a mensagem simbólica do Estandarte, foi desenhada como se num pergaminho transcrito estivesse, bordado nos tons pasteis que partem do creme ao branco, lembrando a ação do tempo sobre o papel. A ideia de um pergaminho sendo aberto remete-nos também na necessidade da manutenção das tradições oral e escrita através dos tempos, inferindo que a sacralidade destes antigos escritos, seja conservada em segurança para as futuras gerações e reinterpretados sob à luz da nova consciência cósmica. O grande poeta e escritor português Fernando Pessoa referencia muito bem o pensamento da G\L\U\S\C\ quando escreveu que “ há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo e esquecer os nossos caminhos que sempre nos levam aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e , se não ousarmos fazê-la, teremos ficado para sempre, à margem de nós mesmos”